Instituição | Instituto Tacchini de Pesquisa em Saúde

Instituto Tacchini de Pesquisa em Saúde

Buscando a excelência em prestação de serviços em saúde à comunidade, e atentando para o fato de que a área da saúde é uma das que mais avançam em pesquisas e desenvolvimento, e de que o profissional envolvido em assistência em saúde esteja sempre atualizado diante das inovações tecnológicas, da crescente produção científica e das necessidades sociais da área foi consolidado o INSTITUTO TACCHINI DE PESQUISA EM SAÚDE.

 

O órgão conta com uma equipe que atua em consonância com o Planejamento Estratégico da Instituição, focado em medicina baseada em evidência, e tem como objetivos principais:

 

- Realizar pesquisa epidemiológica, com foco especial, inicialmente, em câncer, para caracterizar a população atendida na instituição e para, assim, definir condutas clínicas e guiar políticas a nível de saúde pública em nossa região;

 

- Desenvolver projetos científicos em questões clínicas importantes em parceria com outros hospitais e com universidades com aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa da instituição;

 

- Trabalhar em conjunto com os gestores de cada setor e com a controladoria assistencial da instituição auxiliando na avaliação dos indicadores assistenciais mensais. Os resultados dos indicadores mensais obtidos são comparados aos resultados de avaliações realizadas em hospitais de ponta e/ou com o preconizado por agências regulatórias em saúde, ou com base em programas de controle externos (como é o caso do laboratório), e com base nisso novas metas institucionais são propostas;

 

- Instrumentalizar a instituição de forma a prepará-la para a condução de protocolos clínicos internacionais para oferecer aos pacientes da instituição, que preencham critérios de inclusão, medicamentos recentemente desenvolvidos para tratamento de doenças, como o câncer. Estes medicamentos são eficazes, seguros e oferecidos por protocolos clínicos sem custos para provar a eficiência de uma nova droga (não oferecida ainda pelos sistemas de saúde) comparada a droga antiga. Países desenvolvidos tem como costume oferecer protocolos clínicos com novas drogas para a maioria das doenças.