Centros de Serviços | Maternidade | Parto Adequado

Parto Adequado


O novo Centro Obstétrico está adequado ao Projeto nacional ‘Parto Adequado’, criado com apoio da ANS, Ministério da Saúde, Hospital Albert Einstein e Institute for Healthcare Improvement (IHI), no qual o Hospital Tacchini é o único na região da Serra a participar. O projeto prevê melhorias na assistência obstétrica através da formação e qualificação das equipes envolvidas, tornando a assistência ao parto cada vez mais humanizada, garantindo a segurança do parto para a mãe e para o bebê com adoção de protocolos baseados nas melhores evidências científicas. Seguidamente as equipes envolvidas no processo realizam cursos de gestantes, de forma a preparar a paciente para o nascimento de seu filho, desde o esclarecimento de dúvidas, mitos e verdade, bem como orientações para que desenvolvam seu plano de parto com tranquilidade. Todos os desejos da futura mamãe serão comunicados à equipe, para que sejam respeitados dentro dos limites de segurança.

 

Pioneirismo do Hospital Tacchini

Dos cerca de 7 mil hospitais existentes no país, o Tacchini integra o seleto grupo de 127 instituições que aderiram ao programa Parto Adequado. No Estado, existem outros 5 hospitais que participam, sendo que na Serra Gaúcha o Tacchini é pioneiro. O Projeto tem por objetivo reduzir o número de cesarianas e de internações em UTI’s Neonatais, promovendo melhorias na assistência obstétrica, permitindo o empoderamento da paciente/gestante no momento do parto. A atual realidade brasileira mostra que mais de 80% dos partos são através de cesarianas, enquanto em países mais desenvolvidos este índice chega a 15%.

 

Vantagens do parto vaginal

Para a mamãe:

- menos chance de complicações;
- recuperação mais rápida;
- retorno mais rápido ao peso pré-gestacional;
- menos dor após o parto;
- menos infecção, menos hemorragia;
- maior vínculo com o bebê;
- menor chance de desenvolver depressão pós-parto;
- amamentação facilitada.

 

Para o bebê:

- melhor adaptação ao nascer;
- menor chance de ir para UTI;
- menos alergias;
- melhor controle de temperatura, de glicose;
- melhor desenvolvimento do cérebro;
- amamentação facilitada;